quarta-feira, 4 de junho de 2014

o tempo é dar
ao som do cavo,
cavíssimo espaço do há
que se confirma no bojo aberto, verá
ainda há e a mais- intuo templo, tremo
a única palavra doo, aqui está
e te entrego,
haverá


Nenhum comentário: